Se você aprender como mudar hábitos destrutivos, você vai mudar toda a sua vida?

Talvez você até tenha se perguntado, por que algumas pessoas que tinha tudo pra dar certo, com boas condições financeiras e ótimas faculdades, não conseguem fazer muito em suas vidas?

E já outras que não tiveram as mesmas condições e oportunidades, viraram o jogo e tiveram grandes vitórias?

O que para grande maioria dizem que é sorte, na verdade não existe.

O que é muito comum alguém dizer que o sucesso do outro é dessa maneira.

Na maioria das vezes é para justificar seu próprio fracasso.

Se a sorte não é o fator decisivo, me diga então? Qual é o fator que leva algumas pessoas a terem sucesso e conquistarem seus objetivos, enquanto outras passam a vida toda na mesma situação.

Eu diria que isso é devido a instalação de hábitos de sucesso.

Os hábitos fazem parte em torno de de 40% do nosso dia.

Ou seja, passamos praticamente a metade do nosso tempo no piloto automático, realizamos tarefas que já estão armazenadas no nosso inconsciente.

Se você passa bem dizer a metade de sua vida cultivando hábitos ruins e destrutivos que não contribuem para nada, como você vai conquistar seus objetivos, como vai querer ter resultados extraordinários?

Você até pode se sentir motivado por uma incrível história de transformação que parece ter acontecido da noite para o dia.

Portanto, você não sabe exatamente qual foi o caminho que essa pessoa percorreu para chegar até esses resultados.

Mas pode ter certeza de uma coisa: ela descobriu como mudar hábitos que não vão ajudar no seu crescimento pessoal e profissional.

Se você está disposto a fazer uma grande transformação na sua vida, a primeira coisa que você deve saber é como mudar hábitos.

 

Veja por que fazemos o que fazemos

porque fazemos o que fazemos

Peço que você analise um dia da sua vida. Faça anotações de todas as suas atividades, e reflita em quantas delas foram feitas no piloto automático, aquelas que você nem pensou em fazer, mas fez.

Por exemplo:

Se espreguiçou ao acordar

Lavou o rosto

Escovou os dentes

Tomou o café da manhã

Se arrumou para ir trabalhar

E assim por diante…

Por exemplo, já passou na sua mente de um dia não escovar os dentes?

Bom, espero que não tenha passado!

Ou seja, esse é um hábito tão internalizado para a maioria das pessoas, que se não for feito vai parecer um absurdo enorme não fazer.

Além disso, você não nasceu com o instinto maternal de manter sua higiene bucal em dia, mas foi ensinado em casa e na escola da importância de fazê-lo corretamente todos os dias.

Até que um dia, não foi mais preciso alguém ficar lembrando você de escovar os dentes.

Pronto: o hábito foi criado.

 

Criação de paradigmas

criação de paradigmas

Com certeza, criar um novo hábito não é uma tarefa tão simples como parece ser. Ainda mais se for substituir um hábito nocivo por um outro melhor.

Mas antes de continuarmos a leitura você já pensou como um hábito é criado em sua mente?

Pois bem, tudo tem inicio lá na sua primeira infância.

Nós somos programados, pelo ambiente que vivemos, por nossa genética e principalmente por aqueles que são responsáveis por nos educar.

Então, nessa fase, tudo o que foi ensinado fica armazenado no nosso subconsciente, formando o tão chamado “paradigma”, o que é a junção de diversos hábitos que aprendemos lá no início da nossa infância.

Se lá nos seus primeiros anos de vida, você foi instruído a acreditar em crenças limitantes como; se nasceu pobre vai morrer pobre, que a vida não é fácil e por aí vai…

Então, todos esses paradigmas vão refletir diretamente nos seus pensamentos.

Ou seja, mesmo que você saiba que pode ganhar dinheiro fazendo aquilo que realmente gosta, seu subconsciente vai dizer o oposto.

Perceba que o grande problema aqui é: Tudo aquilo que está armazenado em nosso subconsciente é o que vai influenciar diretamente em nossas ações. E não o pensamento racional e consciente.

O que explica, por exemplo, uma pessoa que tem câncer de pulmão continuar fumando, sabe que fumar causa muito mal à saúde e mesmo assim continua.

Pois a mudança que você terá que fazer para gerar uma ação diferente pode ser profunda e demorada.

Além disso, isso não significa que você não possa quebrar esses velhos paradigmas e aprender como mudar hábitos nocivos que estão impedindo de você avançar.

 

Como mudar hábitos: Tenha um proposito

para mudar hábitos tenha um proposito

Um hábito nocivo pode ser desastroso para a maiorias dos seus sonhos.

Infelizmente, todo o ser humano em algum momento da vida, cultivou alguns hábitos nocivos, seja comer muito doce, fumar ou não acreditar em seu próprio potencial.

Usando o exemplo de uma pessoa que quer parar de fumar, qual seria a solução logica para isso? Parar de comprar cigarros, não é mesmo.

Moleza né?

Porém, um hábito não vai embora assim tão rápido.

Se fosse fácil assim, muitas pessoas diagnosticadas com câncer de pulmão não voltariam a fumar. Todos nos sabemos que foi o hábito de fumar que causou a doença.

Mesmo tendo o risco de morrer a pessoa não muda o hábito nocivo de fumar, o que poderia então fazer que ela mudasse?

É justamente ali que está a grande dificuldade para mudar de hábito.

Para alguns seria a perda de um ente querido que veio a falecer em decorrência do cigarro, já para outros, por exemplo, seria manter uma boa higiene bucal já que o cigarro amarela e danifica os dentes, nesse caso seria algo mais superficial.

Cada pessoa tem seu próprio propósito que leva a tomar a decisão. Muitas vezes a nossa mente racional desconhece a razão.

No entanto, o nosso subconsciente sabe o porquê dessa mudança.

 

Força de vontade não faz você descobrir como mudar hábitos

hábitos de sucesso

Voltando ao exemplo da pessoa fumante que tem câncer de pulmão, mas volta a fumar depois de alguns meses depois de ser diagnosticada com a doença.

Ou então de uma pessoa obesa que insiste em comer fast food todos os dias, apesar de ela saber que esse é o principal causador do seu sobrepeso.

Muitos críticos vão apontar o principal problemas para esses dois casos: falta a força de vontade.

Com certeza você já ouviu muitas vezes o bordão: quem quer arruma um jeito e quem não quer arruma uma desculpa?

Parece muito louco pensar que uma pessoa pode perder sua vida por que não descobriu ainda como mudar hábitos nocivos, e não vá querer mudar sua vida.

No exemplo do fumante, a pessoa até começou a mudar seus hábitos, mas porém depois de um período curto de tempo, voltou para sua condição anterior.

A principal razão para esse tipo de situação é a dependência de força de vontade.

Recorrer a força de vontade ajuda como uma motivação inicial, mas é um péssimo método para objetivos a longo prazo.

Ou seja, ficar recorrendo todo tempo a sua força de vontade é sinônimo de fracasso.

 

Como mudar hábitos 11 passos simples

Como já vimos, a grande maioria de nossos hábitos já são formados nos primeiros anos de vida, antes mesmo da nossa capacidade intelectual.

Você é aquilo que faz repetidamente e também aquilo que você pensa repetidamente.

Veja abaixo 11 passos simples de como mudar um hábito nocivo.

  1. Ao invés de querer acabar com um hábito nocivo, que tal substituir por um novo.
  2. Não tenha pressa para iniciar. Planeje qual é o objetivo da mudança e como vai colocá-lo em ação.
  3. Não tente mudar diversos hábitos de uma única vez. Lembre-se que a sua força de vontade ela é limitada, use ela no começo de sua jornada.
  4. Se você já tentou no passado a mudar esse hábito e falhou, tente não pensar que vai falhar de novo. Pois você pode começar a acreditar que nunca vai ser bem sucedido nessa missão.
  5. Divida seu hábito em partes. Se você quer correr 5 km por dia, que tal três de manhã e dois a tarde.
  6. Comece com um hábito fácil. Ao invés de querer ler 50 páginas de um livro por dia, que tal começar com umas 5 e ir aumentando aos poucos.
  7. Defina uma data para começar o seu novo hábito, assim você assume um compromisso com você mesmo, e gerencia o próprio tempo que é um requisito fundamental.
  8. Saiba lidar com os sabotadores. Começou uma dieta para perder peso?

Então se prepare para lidar com argumentos do tipo, do jeito que você está não precisa emagrecer, uma vez por semana não engorda e etc… Tenha maturidade para não deixar esses tipos de comentários afetar a sua disciplina.

  1. Assuma um compromisso publicamente de mudar um hábito ruim. Seja no seu grupo de WhatsApp ou Facebook. Aposto que você irá pensar duas vezes em não cumprir com o seu compromisso.
  2. Se auto recompense. Por exemplo, você estava fazendo uma dieta para emagrecer, perdeu 10 kg, que tal fazer aquela viagem que você deseja a muito tempo.
  3. Fuja de gatilhos que possam te levar a velhos hábitos. Ir num bar com seus amigos automaticamente a vontade de fumar aumenta. Que tal combinar um jantar ou um churrasco em vez disso.

Conclusão

Agora que você aprendeu como mudar hábitos nocivos e substituir por hábitos que vão mudar sua vida é hora de começar a por em prática tudo o que aprendeu.

Então, cultive hábitos de pessoas de sucesso, como por exemplo, ler 5 páginas de um livro por dia, dormir oito horas por noite, são hábitos reconhecidamente que nos trazem benefícios.

Saiba que existem dois tipos de pessoas:

Aquelas que focam naquilo que não tem o seu controle. Aí culpa o governo, crise ou a sua condição de vida por não ter resultados.

Já do outro lado estão aquelas pessoas que tem metas e que se concentra naquilo que tem o controle. Ao invés de culpar governo, ou se preocupar com crise. Elas vê maneiras de continuar prosperando apesar das adversidades.

E você? Qual delas vai escolher ser?

 

E-book Grátis!

E-book Grátis!

Como Criar Seu Negócio Online do Zero.

Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Josiel Santos
Josiel Santos

Fundador de vários projetos online, essa plataforma foi criada para ajudá-lo a criar seu blog, facilitando o crescimento do seu negócio online.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.